Monitorização da mudança estrutural e gestão da reestruturação

16 May 2019

Em termos económicos, a mudança estrutural afeta significativamente os mercados de trabalho e o emprego na Europa. Apesar de o dinamismo ser uma característica essencial para que uma economia se mantenha vibrante, a eventual perda de postos de trabalho tem também uma influência significativa na vida das pessoas, razão pela qual os processos de reestruturação devem procurar minimizar o seu impacto negativo nos trabalhadores.

Os decisores políticos têm de se manter informados sobre a evolução dos mercados de trabalho, de modo a garantir que a força de trabalho possui as competências de que os empregadores necessitam, não só no presente, mas também no futuro. São ainda necessárias medidas que combatam a redução da procura de mão de obra e a deslocalização de trabalhadores de indústrias em declínio.

Ao definir a estratégia Europa 2020, a Comissão Europeia comprometeu-se a «promover a reestruturação dos setores em dificuldade, redirecionando-os para atividades orientadas para o futuro, nomeadamente através da rápida reafetação das qualificações a sectores e mercados emergentes de elevado crescimento». O principal instrumento de reestruturação da política de emprego europeia é o Fundo Europeu de Ajustamento à Globalização, o qual concede apoio a pessoas que perderam o emprego na sequência das grandes mudanças estruturais ocorridas por motivos relacionados com a globalização.

Trabalho da Eurofound

A Eurofound monitoriza e analisa o impacto da mudança estrutural nos mercados de trabalho europeus. Em primeira instância, procura distinguir onde cresce e onde declina o emprego. A abordagem a esta questão é feita de vários ângulos, entre os quais setorial, profissional e contratual. A abordagem é também realizada do ponto de vista da qualidade do emprego – considerando o nível remuneratório como uma forma de aferir da qualidade do emprego. Neste sentido, procura-se determinar se o novo emprego está inserido nos empregos com remunerações mais elevadas, médias ou baixas. Um aspeto fundamental deste trabalho incide na recolha de informações sobre o impacto da reestruturação no emprego, permitindo assim determinar e analisar as principais tendências da reestruturação em toda a Europa.

A Eurofound desenvolveu dois instrumentos que visam fornecer às partes interessadas informações, dados e análises essenciais para planear as mudanças no mercado de trabalho e para conceber políticas de realização das metas europeias relativas ao emprego.

Observatório Europeu da Reestruturação (ERM) é um centro de conhecimentos sobre a reestruturação, que oferece uma série de informações através das suas bases de dados sobre eventos de reestruturação, legislações e instrumentos públicos de apoio a nível nacional, bem como estudos de caso sobre processos de reestruturação.

Observatório Europeu do Emprego (EJM) observa e analisa as mudanças estruturais do emprego na Europa, principalmente em termos de profissão e setor, mas considera também outros aspetos, como as questões de género, o tipo de contrato de trabalho, o nível educativo e a nacionalidade. O Observatório analisa qualitativamente essas mudanças, utilizando vários parâmetros para medir a qualidade do emprego (salários, qualificações e nível educacional), de modo a concluir se o emprego se encontra em processo de

  • melhoria: com uma expansão dos empregos de alta qualidade
  • degradação: com uma expansão dos empregos de baixa qualidade
  • polarização: com uma expansão de ambos os lados do espectro qualitativo e um desaparecimento dos empregos de qualidade média.

Principais contributos

O ERM analisou recentemente o impacto no emprego das medidas de deslocalização e relocalização adotadas na Europa.  Outro estudo centrou-se na criação de emprego nas pequenas e médias empresas (PME) e nos esforços envidados pelas autoridades públicas para promover o emprego neste tipo de empresas.

Relativamente ao EJM, a análise das mudanças na estrutura do emprego, bem como a descrição das tendências mais recentes, também permitiu analisar os desenvolvimentos numa perspetiva global e de longo prazo.

Recursos de reestruturação

Ongoing work

  • Regional shifts in employment structure (EJM report 2019)
  • Flagship report for labour market change, covering labour markets, restructuring and innovation
  • Coverage of cases of transnational restructuring, relevant to current debates 

 

Highlights (11)

All (43)

Publications (22)

Articles (15)

News (5)

Events (1)