Relações laborais

25 May 2020

Tanto os sindicatos, como as organizações de empregadores e as autoridades públicas têm um papel a desempenhar na gestão das relações laborais. Todos eles são componentes de um sistema que opera a nível europeu, nacional, setorial, regional e empresariRead more

Tanto os sindicatos, como as organizações de empregadores e as autoridades públicas têm um papel a desempenhar na gestão das relações laborais. Todos eles são componentes de um sistema que opera a nível europeu, nacional, setorial, regional e empresarial. Nos últimos anos, a evolução da tecnologia e das formas de trabalho motivada pela constante mutação da conjuntura económica tem causado sérias dificuldades aos sistemas de relações laborais.

Neste contexto, a Comissão Europeia anunciou, em 2015, um «novo começo» para o diálogo social europeu. Numa declaração conjunta proferida em junho de 2016, a Comissão, o Conselho da União Europeia e os parceiros sociais sublinharam o papel fundamental do diálogo social europeu como um elemento significativo da elaboração de políticas sociais e de emprego da UE.

Read less

Recent updates

Transition to a low-carbon economy: Debates at national level

The European Green Deal is at the very top of Member State agendas across the EU. This topical update maps the national...
Forthcoming

Minimum wages in 2020 - Annual review

This annual report presents the latest figures on minimum wage rates in 2020 across the EU, the United Kingdom and...
Forthcoming

COVID-19 EU PolicyWatch: New tool for tracking measures to mitigate social, economic impact of COVID-19

Governments, social partners, businesses and other institutions have moved swiftly to implement measures to control the...
Top

Trabalho da Eurofound

Read more

Trabalho da Eurofound

Ao longo de 40 anos, a Eurofound tem vindo a assumir um papel central na monitorização e análise das tendências ao nível das relações laborais.  Para tal, foi necessário criar pontes entre as vertentes europeia e nacional do diálogo social. Com base no conhecimento da sua Rede de Correspondentes Europeus em 28 Estados-Membros da UE e na Noruega, foram obtidas informações sobre todos os Estados-Membros e sobre a UE em termos gerais. 

Principais contributos

A Eurofound produziu uma série de análises comparativas, artigos e estudos de caso que abrangeram toda a UE28 e a Noruega na área das relações laborais, tendo ainda atualizado regularmente as bases de dados dos temas relacionados.

Um estudo recente mapeia e discute as principais dimensões e indicadores relevantes para os sistemas de relações laborais na Europa no século XXI. Outra vertente da investigação incide sobre a forma como os parceiros sociais na UE e na Noruega exploraram novos tópicos, ferramentas e abordagens inovadoras para responder aos muitos desafios políticos, jurídicos e sociais que têm surgido nos últimos anos.

A remuneração e o tempo de trabalho continuam a ser áreas de elevado interesse, pelo que são revistas anualmente. Uma vertente da recente atualização em termos de remunerações foca os salários mínimos nacionais em toda a UE, enquanto outra foca os acordos coletivos de negociação salarial.

A Eurofound tem, desde 2006, elaborado estudos sobre a representatividade das organizações setoriais de parceiros sociais europeus, em conformidade com o mandato que lhe foi conferido pela Comissão Europeia.

Recursos

Relatório sobre a evolução da vida ativa

A Eurofound fornece dados sistemáticos e comparáveis sobre os sistemas de relações laborais e a evolução da vida ativa. Tais dados são recolhidos através de ferramentas de monitorização e comunicação baseadas nos contributos da sua Rede de Correspondentes Europeus distribuída pelos 28 Estados-Membros e Noruega.

Read less

Receive updates

Subscribe to updates on our work in the area of Relações laborais

Subscribe

Key outputs over the years

Show more (11)
  • Publications (2196)
  • Data
  • Ongoing work (21)

Data

A selection of related data on this topic are linked below. 

Ongoing work

Research continues in this topic on a variety of themes, which are outlined below with links to forthcoming titles. 

 

Other ongoing work

    • Social dialogue in companies, particularly linkages that can be drawn between national and EU level, to better understand of cooperation mechanisms used in decision-making and implementation in multinational companies
    • Exploration of the role of national social partners in the European semester and analysis of quality and effectiveness of their involvement
    • Summary of discussions on capacity-building social dialogue to support a meaningful and effective social dialogue
    • A flagship report on industrial relations covering topics related to both social dialogue and working life developments, including updates on collectively agreed pay
    • Representativeness studies on a variety of sectors to provide the European Commission required information to assess the representativeness of European sectoral social partner organisations
    • Highlights of recent developments of selected features of working life in so called topical updates, with one featuring statutory minimum wages
    • Updated time series in EurWORK database of wages, working time and collective disputes
    • Updated time series and update on developments in collectively agreed pay
    • Exploring the feasibility for an Industrial Action Monitor

    Receive updates

    Subscribe to updates on our work in the area of Relações laborais

    Any personal data (names, e-mail, etc.) that you provide to us by completing the forms which appear on our website (e.g. comment forms) will be processed in accordance with Regulation (EU) 2018/1725 of the European Parliament and of the Council of 23 October 2018 on the protection of natural persons with regard to the processing of personal data by the Union institutions, bodies, offices and agencies and on the free movement of such data. The purpose of collection of personal data is to allow interaction between Eurofound and external users who provide their feedback on or express their interest in our work.

    You have the right to obtain access to and rectification of your personal data. You may also, under certain circumstances, ask to have this data blocked or request the erasure of personal data which you consider to have been unlawfully processed; or object to the processing of your personal data at any time on legitimate compelling grounds relating to your particular situation.