Condições de trabalho e trabalho sustentável

13 June 2019

O desafio do envelhecimento demográfico e a crescente diversidade da vida laboral resultaram na colocação de um maior enfoque no conceito de trabalho sustentável ao longo da vida. Este conceito centra-se na relevância da qualidade do emprego do trabalhador e do seu ambiente de trabalho ao longo de toda a sua vida ativa.

Trabalhar por mais tempo implica trabalhar melhor. A organização do trabalho e os acordos laborais devem adaptar-se às necessidades do indivíduo. 

Subscribe now and receive updates on Eurofound's work in the area of Condições de trabalho e trabalho sustentável

Entre as atuais preocupações dos decisores políticos da UE, incluem-se a conciliação da vida profissional e privada, em particular para pais trabalhadores, prolongando a vida ativa e assegurando um equilíbrio adequado entre flexibilidade e segurança. Tal significa também que é necessário combater o trabalho fraudulento e não declarado, investir no capital humano e lutar contra as significativas desigualdades que as pessoas enfrentam no mercado de trabalho.

A estratégia «Europa 2020» da Comissão Europeia visa o «crescimento inteligente, sustentável e inclusivo», o que implica um enfoque na qualidade do emprego e nas condições de trabalho.  Esta questão é salientada pela Comissão Europeia na «Agenda para Novas Competências e Empregos», de 2010. Em abril de 2017, a Comissão lançou um pacote de iniciativas ao abrigo do Pilar Europeu dos Direitos Sociais. Os princípios e os direitos consagrados no Pilar estão estruturados em torno de três categorias principais, uma das quais as condições de trabalho equitativas.

Trabalho da Eurofound

Ao longo de mais de 40 anos, a Eurofound tem comprovado a sua capacidade de monitorizar e analisar uma vasta gama de dimensões das condições de trabalho. Entre estas, incluem-se o tempo de trabalho e a conciliação da vida profissional e privada, a saúde, a segurança e o bem-estar no local de trabalho, a formação e as competências, a organização do trabalho, a remuneração e as perspetivas profissionais, e a satisfação no trabalho.

A Agência debruçou-se especificamente sobre as condições de trabalho de homens e mulheres, sobre as condições de trabalho em diferentes setores e atividades e sobre os trabalhadores de diferentes grupos etários.

Consagrou especial atenção às condições que os trabalhadores mais velhos enfrentam e à forma como essas condições afetam a sua capacidade e vontade de trabalhar até à idade da reforma. A relação entre o trabalho e a saúde é analisada em estreita consulta com a Agência Europeia para a Segurança e a Saúde no Trabalho (EU-OSHA). A Eurofound colabora ainda com a Organização Internacional do Trabalho (OIT) em matérias relacionadas com o futuro do trabalho.

Principais contributos

O sexto Inquérito Europeu sobre as Condições de Trabalho (IECT) da Eurofound, realizado em 2015, entrevistou cerca de 44 000 trabalhadores em 35 países sobre um amplo conjunto de questões relacionadas com o trabalho. O mesmo baseia-se nas lições retiradas dos anteriores cinco inquéritos para apresentar um panorama diversificado da Europa a nível do trabalho, entre países, profissões, setores e grupos etários. A Representação Gráfica dos Inquéritos disponibiliza os dados em formato interativo, permitindo analisar as variáveis de acordo com o Estado-Membro e as suas características demográficas. 

Através dos dados obtidos através dos IECT, a Eurofound desenvolveu indicadores para medir as diferentes dimensões da qualidade do trabalho em toda a Europa. Outros estudos examinam as políticas que permitem às pessoas participar no mercado de trabalho até a uma idade mais avançada e especificamente prolongar a vida ativa através de regimes de reforma flexíveis.

O trabalho com a EU-OSHA resultou num relatório conjunto sobre riscos psicossociais nos locais de trabalho da Europa. Além disso, a Eurofound analisou mais estreitamente a violência física e psicológica no trabalho.

Ongoing work

Other topics addressed will include:

  • Analysis of how working conditions differ across sectors to provide evidence on working conditions and their implications for sustainable work.
  • Links between employee engagement and development of workers knowledge and skills
  • A flagship report covering working conditions and sustainable work (including findings from ‘Differences in working conditions between various groups of workers – analysing trends over time’)

 

Highlights (10)

All (293)

Publications (68)

Articles (190)

News (21)

Events (14)